Município de Celorico da Beira vai assinar protocolo com vista à criação de museu sobre Sacadura Cabral

O Município de Celorico da Beira assinar vai assinar, no próximo dia 23, com o Comendador José Henriques da Silva um protocolo de cedência do espólio sobre Sacadura Cabral, com o objectivo de constituir um museu dedicado àquele pioneiro da aviação, natural de Celorico da Beira. A cerimónia terá lugar na Biblioteca Municipal, pelas 15H00, e insere-se nas comemorações do feriado municipal que ocorre no próximo dia 23, precisamente no aniversário do nascimento de Sacadura Cabral.

A programação contempla ainda, pelas 11h00, uma homenagem ao homem que juntamente com Gago Coutinho protagonizou a 30 de Março de 1922 a primeira travessia aérea do Atlântico Sul, ligando Lisboa ao Rio Janeiro, a bordo do hidroavião Lusitânia, bem como a distinção de outras individualidades e colectividades. Outros dos pontos da agenda das comemorações passam por uma visita à obra de Reconstrução e Ampliação da EB1 de Santa luzia e as inaugurações da Requalificação do Edifício de Apoio ao Estacionamento e Centro Histórico, bem como, da Requalificação do Jardim de S. Francisco, na freguesia de Casas do Soeiro.

À noite, no Centro cultural de Celorico da Beira, pelas 21H00, terá lugar a abertura da exposição de fotografia alusiva ao tema “Casamentos de Celorico”. O programa encerra com a peça de teatro “O Céu de Sacadura”, de Luísa Costa Gomes, com encenação de Alexandre Sampaio e levada à cena pelo Grupo de Teatro Comunitário de Celorico da Beira.