Guarda recebe em Maio e Junho principais finais do basquetebol feminino nacional

A Associação de Basquetebol da Guarda vai organizar este mês e em Junho as duas principais finais do basquetebol feminino sénior nacional que vão decorrer no Pavilhão São Miguel. A Final do Campeonato Nacional da 1ª Divisão Seniores Femininos, está agendada para o dia 18 de Maio 2019, pelas 17h00, enquanto a 8 de Junho disputa-se a Final da Taça Nacional Seniores Femininos, também pelas 17h00.

Esta é a primeira vez que a Federação Portuguesa de Basquetebol entrega à ABGuarda a organização de duas competições importantes do panorama nacional do basquetebol feminino. “Estas provas surgem num plano estratégico desenvolvido para a modalidade no distrito da Guarda, onde entre outros objectivos, se pretende fazer uma forte aposta na captação de atletas do sexo feminino”, refere a associação liderada por Miguel Espírito Santo que há dois anos assumiu a liderança da associação e tem procurado dinamizar a modalidade no Distrito.

“Através destas provas, daremos a conhecer à comunidade que o basquetebol é um desporto para todos. A possibilidade de assistirem a estes jogos do mais alto nível, confere os jovens, femininos e masculinos, a motivação necessária à prática deste desporto”, refere em comunicado a ABGuarda, sublinhando que, para além de todas as funções que tem em termos de gestão da modalidade no distrito, a associação tem também como responsabilidade a promoção da modalidade. “E estas duas provas são efectivamente incluídas nessa estratégia de promoção”, conclui.

A decisão das provas se disputarem na Guarda surgiu em Dezembro, depois de muito trabalho desenvolvido pelo presidente da Associação de Basquetebol da Guarda, Miguel Espírito Santo, e do Tesoureiro da instituição, Tiago Nascimento, que tiveram de vencer a oposição do Porto e Lisboa que Também pretendiam acolher as provas. Os dois responsáveis acabaram por contar com o apoio da Associação de Basquetebol de Coimbra que viu com bons olhos a intenção dos dois dirigentes de divulgarem a modalidade no interior.

“Argumentei que era uma excelente aposta para relançar a modalidade no sector feminino que é uma das nossas preocupações. Depois, tivemos o apoio de Coimbra que considerou uma excelente ideia levar competições fortes para zonas mais difíceis”, explica Tiago Nascimento que considera a realização destas duas provas importantíssima para impulsionar a modalidade no Distrito da Guarda.