Comerciantes de Celorico da Beira desesperam com ausência de reembolsos do programa “Comércio Investe”

Os comerciantes de Celorico da Beira que realizaram investimentos ao abrigo do programa “Comércio Investe” estão preocupados com a ausência dos reembolsos ou explicações por parte da Associação Comercial da Guarda (ACG). O assunto foi levantado na Assembleia Municipal de hoje pelo eleito do PSD Jónatas Rodrigues que pediu o apoio da autarquia para a resolução do problema que se arrasta desde 2017.

O social-democrata referiu que o projecto foi-lhes apresentado com o aval da própria autarquia e que os contratos foram mesmo assinados no salão nobre daquele município. “Fizeram-me chegar uma carta subscrita por grande parte dos comerciantes intervenientes que será enviada à Associação Comercial da Guarda, mas a Câmara tem, pelo menos, o dever de ajudar na resolução deste problema”, sublinhou.

O programa “Comércio Investe” surgiu em 2016 e incentivava os comerciantes a fazerem investimentos em determinadas áreas assegurando um “retorno até 83 por cento do capital investido”. O projecto contava com o apoio do IAPMEI, Associação Comercial da Guarda e da Câmara Municipal de Celorico da Beira. “O problema é o investimento foi feito, os comerciantes enviaram toda a documentação que lhes foi exigida e até ao momento não receberam qualquer dos incentivos contratualizados, nem qualquer explicação”, frisou o social-democrata que ficou com a promessa do executivo da autarquia de que iria acompanhar mais de perto este processo.